Together 2019 – Brasília DF

Together 2019 – Brasília DF

12 Dezembro, 2019 12 Por Isaac Moraes

Olá que bom que está aqui.



Você já sabe que esse é um espaço onde compartilho o que acontece nos bastidores de minha produção artística. Sendo assim não poderia deixar de relatar a experiência que tive na capital do Brasil.


No mês de Novembro participei de uma conferência de missões, o TOGETHER 2019 com o objetivo de apresentar o DOPÓ DATERRA, projeto que une Arte e Solidariedade. Se você ainda não o conhece, convido a ler esse artigo onde conto como essa ideia surgiu >> Click aqui << . Sério, é um projeto de grande valor humanitário vale apena conhecer!


Era Julho desse ano 2019 quando garanti minha participação no evento TOGETHER, vi o trailer de apresentação no instagram e não tive dúvidas em participar. De uma maneira muito especial toda a programação estava em sintonia com a elaboração e desenvolvimento de um projeto missionário, respondendo várias dúvidas que tive ao iniciar o DOPÓ DATERRA. A minha sensação ao se deparar com a mensagem foi de que todo o evento tinha sido construído para estrategicamente responder minhas dúvidas. Incrível!


Logo na sequência, comprei as passagens de avião. E a antecedência fez com que eu as encontrasse com um valor bem acessível.

Minha surpresa foi logo no embarque ao chegar no aeroporto de Curitiba. Caminhando pelos corredores me deparei com uma exposição da Nova Acrópole homenageando Leonardo Da Vinci. Eram totens contando um pouco da história e projetos desse gênio, ali tudo já tinha valido apena, Da Vinci é uma grande referencia pra mim. A parte que me chamou mais a atenção foi sobre seus estudos e reflexões com a pintura em relação ao olho humano.

Grifei em vermelho, diz assim: ” Pintar é uma atividade que cobre todas dez funções do olho, ou seja, escuridão, luz, corpo, cor, forma, focalização, distância, proximidade, movimento e repouso”.

Recordar sobre os estudos de Leonardo foi muito forte, em especial naquele momento, porque minutos depois estava voando sobre as nuvens dentro de um sonho de Da Vinci. Aproximadamente 500 anos atrás ele certificou em seus desenhos que o homem seria capas de construir uma máquina voadora que o levasse as alturas. Mediante a essas reflexões me senti muito grato por estar vivendo nessa época onde posso me deleitar perante grandes criações humanas e sobre tudo a Divina.

Anotações que fiz após essas reflexões.

BRASILIA – DF


Cheguei em brasília sob uma forte chuva.

Minha primeira missão foi encontrar um local para passar a noite do dia 20. Fiz uma pesquisa no google: Hostel barato em Brasilia.
No topo apareceu o Hostel 7 entrei no site fiz uma reserva, chegando lá…

Achei bacana o custo/benefício e localização, bem organizado e disponha até de um elevador. O divertido é que eles usam a kombi como mascote, então por onde eu passava encontrava uma dessas, sendo que a própria recepção é dentro de uma.


TOGETHER 2019

O primeiro dia do evento (21) já foi uma grande surpresa. Fui convidado para participar de uma missão no bairro de Paranoá logo no início da manhã. Junto com vários voluntários pintamos todo muro externo da escola Darcy Ribeiro.

Ali já pude sentir o propósito do Together que estava apenas começando. É incrível que quando estamos em grupo uma tarefa aparentemente desafiadora torna-se simples e motivante.


Um enorme refeitório foi montado para alimentar à todos. E no meu primeiro almoço tive o privilégio de encontrar um grande Artista, ilustrador da CPB, Tiago Lobo . Ele que desenha as capas dos livros da escola sabatina. Siga-o no insta @loboilustrador e conheça seu trabalho. Foi gratificante encontrá-lo, recebi sábios conselhos para o projeto DOPÓ DATERRA.

Detalhe para a proteína de soja no prato. O Buffet foi todo vegetariano.
Mesas servindo no Café da Manhã

Sempre no começo do dia e no final participávamos de uma celebração que envolvia o estudo da palavra e louvor.

Palco principal do Together

DOPÓ DATERRA

Entre muitos projetos o da Missão Xerente me chamou a atenção. Os próprios índios estava no evento transmitindo um pouco de sua cultura. Fui contagiado por eles com uma pintura facial.

O objetivo da feira, com seus Stands temáticos e sensoriais foi trazer um pouco do clima de cada missão. Fazendo o público imaginar como aquela ação acontece em seus dias naturais.


Nesse outro aceitei o desafio do incansável robozinho da 7 play. haha

Na sexta feira recebi uma mensagem no meu whats perguntando se estava tudo certo para a minha apresentação no sábado, no espaço XP. Respondi que sim mesmo sem saber bem o que estava por vir. Mas estava seguro com o assunto do qual vi nascer, afinal estava ali para isso. Naque momento achei que o espaço XP seria um palco com microfone, algo nesse sentido, onde eu teria um tempo para apresentar a ideia semelhante a um TCC. Mas não! E para a minha surpresa, o local disponível para a apresentação era um stand no meio no evento. Ou seja, o DOPÓ DATERRA agora estava participando na feira com um stand. Maravilha!

Dopó Daterra no Espaço XP

Instalei o pendrive com as imagens do projeto, abri minha pasta de desenho e espalhei sobre a mesa alguns cartões que havia feito especialmente para levar ao evento.

Logo chegou o primeiro interessado, um rapaz que curte desenho e ficou ali foleando a pasta e me fazendo perguntas sobre como desenhar melhor.

Passaram-se alguns minutos e pensei alto com amigos que fiz ali. “Seria bem interessante se estivesse desenhando retratos ao vivo”. Pronto, eles já me perguntaram o que eu precisaria para isso acontecer, falei que precisava apenas um pincel, pois terra tínhamos em abundância e papel havia levado um bloco na viagem.

Eles andaram por todo o evento e não encontraram o pincel.
Foi quando olhei para o lado vi um montante de palha que fazia parte de um cenário. Peguei um graveto cortei a ponta em diagonal e fiz um teste no papel molhando a ponta na composição de água e terra. Pronto! Resolvido tínhamos os materiais.

Materiais de pintura

Agora precisávamos de pessoas para pintar. E não tivemos dificuldade com isso. Esse foi nosso primeiro participante.

Já era próximo do meio dia quando se aproximou um casal também interessados.

Fizemos uma pausa pro almoço, e quando retornamos ao stand, Já havia um rapaz aguardando. Estava eu concentrado desenhando-o, quando o meu amigo Wilson balança meu ombro e e diz:

– Isaac, já está formando fila!


Naquele momento a ficha caiu completamente. Ouvi a resposta do porque estava alí fazendo algo completamente novo. Foi como se eu fosse uma peça de um enorme quebra-cabeça que estava se encaixando em seu devido lugar. Fui realmente surpreendido pelos caprichos e cuidados de Deus.

Nisso o horário de permanência no espaço já havia se dissolvido perante a quantidade de pessoas interessadas. E o resultado foi que fiquei desenhando até acabar todas as folhas do meu bloco de papel.

Finalizei o ultimo retrato às 20h com o pavilhão de eventos já fechado.

Nosso último retrato.

Durantes os desenhos pude refletir muito sobre esse projeto DOPÓ DATERRA e perceber com mais profundidade o poder da Arte como ferramenta de conexão entre pessoas.

Deixo aqui minha gratidão para esse grupo de amigos que fiz no Together e que contribuíram para que essa ação acontece da maneira tão especial como foi.

Amanda, Wilson, Daniel, Jê e Caio.

Deixe abaixo nos comentários sua visão sobre o que foi apresentado nesse artigo. Eles servem para o crescimento desse projeto.

Grande abraço até +